Como é que se gere em simultâneo

a alegria imensa de uns e a tristeza profunda de outros?

Basicamente as fábricas de conhecimento público em Portugal estão perdidas, mesmo as melhores.

Uma gigantesca parte do investimento realizado ao longo de 20 anos vai pelo cano.

E os cérebros estarão em grande fuga por muitos e longos anos…

Querid@s leitores, não estudem mais do que é estritamente necessário se não sentem uma absurda necessidade de o fazer. Façam cursos técnicos, muitos, todos os que vos ajudarem a realizar melhor as vossas profissões, mas pelo amor de DeusA não se metam na academia se isso não vos for absolutamente essencial como beber água.

Esta é a mensagem que vos deixo depois dos resultados dos projectos em I&D e das bolsas terem sido finalmente publicados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e do contacto sucessivo com o incumprimento do estado português em relação às suas instituições que projectam o país muito longe e às pessoas que contrata.

Não consigo ficar hilariante por quem prosseguirá, porque choro os que ficam para trás que estão a ser deitados para o lixo depois de uma a duas décadas de imensa dedicação.

Estudar e investigar só merece a pena se o fizermos por ser esse um objectivo muito pessoal e muito muito desejado. É uma vida dura demais, com muitos deveres e pouquíssimos direitos.

A escória incompetente, que não faz nem deixa fazer, que mina a competência ambicionada dos excelentes continuará colada às universidades e aos institutos de investigação públicos ad eterno.

Bem vindos a Portugal e a um dos seus piores defeitos.

Anúncios

4 thoughts on “Como é que se gere em simultâneo

  1. Portugal é o país dos canudos… só que estes canudos chegam cá foram e enfiam-nos no c….
    Querem ser engenheiros, doutores e por aí fora.. e depois, chegam cá fora e sabem as coisas na teoria, disso ninguém tem dúvida, mas na prática, são a desgraça total! :)

  2. Caríssimo Paranóias eu não estou a falar de canudos que chegam cá fora. Estou a falar dos melhores dos melhores nos quais o país investiu muito e que estão a ser deitados para o lixo…

  3. O dia em que saem os resultados dos concursos de bolsas da FCT é sempre penoso…

    Vejamos: os que não conseguiram bolsa ficam pode dizer-se (ou não, porque nunca o foram) – desempregados; os que ficaram na linha de corte respiram fundo e tentam o recurso na esperança de ainda conseguir obter financiamento; os sortudos que conseguem ter notas suficientes para ter bolsa, respiram de alivio mas começam de imediato a pensar que daqui a 3, máximo 6 anos, estão sem dinheiro novamente!!!

    Quanto ao investimento nos “cerebros” do nosso país… bom, a mim parece-me que as coisas têm vindo a melhorar principalmente na aposta em institutos de investigação. Mas ainda assim há coisas que me deixam doente…………

    Ninguém me consegue ensopar o cerebro de tal forma que esta situação seja absorvida pela minha massa cinzenta: Um aluno de doutoramento com uma bolsa da FCT que vá para o estrangeiro recebe um ordenado de aproximandamente 1750 euros mensais (quer vá para Espanha ou para a Australia) enquanto que se ficar em Portugal recebe cerca de 900 euros……… tudo mais ao menos bem até aqui.

    Agora a diferença está no prémio anual de 1750 euros que recebe o aluno que vai para fora e no valor que cada laboratorio recebe das intituladas “propinas+despesas do aluno”: um laboratório estrangeiro que admita um aluno com bolsa da FCT recebe um valor cerca de 3 vezes superior ao que receberia um laboratório português se admitir esse mesmo aluno!!!!!!!!!!!

    Esta situação, para mim, incentiva sem dúvida alguma o aluno a sair do país e, por outro lado, prejudica enormemente a gestão dos laboratórios portugueses! São mais pequenos, têm menos financiamento e não são tão aliciantes para os alunos de doutoramento!!! Então, vamos ter grupos só com post-docs … também é preciso que eles queiram voltar :)

    Enfim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s