Carta – é assim que te vais levantar e prosseguir?

Vives numa espiral depressiva há muito. Habitas no sarcasmo em relação a ti própria e às tuas dores…

Eu lamento e as tuas pessoas  lamentarão muito mais do que eu.

Não me parece que estejas disponível para deixares que te ajudem.

Achas que ser sarcástica com a tua própria situação dolorosa é positivo para ti? Achas que é assim que te vais levantar e prosseguir?

Sabes, és uma egoísta que apenas olha o seu próprio umbigo. Não te lembras nunca que as pessoas que te rodeiam se preocupam contigo, muito. Desejam que vivas mais feliz e passam o seu precioso tempo preocupadas contigo.

És uma egoísta centrada no teu umbigo doente de dor. Jamais perguntas se as pessoas estão bem, como lhes corre a vida… nada. Aparentemente isso não te interessa. Apareces quando bem te apetece e sem dizer olá e desapareces sem te despedires. Pensa bem no que andas a fazer. É que a tua vida não és só tu, mas também os que te rodeiam.

És uma mulher adulta com sérios tiques de adolescente irresponsável e mimada que só faz o que quer, absorve as energias de tudo e todos e não dá nada em troca…

Nem sequer te passa pelo espírito que não há melhor alimento para a alma que dar o melhor que temos aos que amamos.

Cultivas a tua própria dor negra, que é algo com o qual eu admito não saber lidar e que me tira do sério, em vez de vestires o corpo e o espírito de cores quentes.

Talvez seja melhor reflectires sobre a oportunidade que te colocam à frente do nariz. Só consegues dar a volta quando assumires que precisas de ajuda e quando te deixares ajudar.

Denegrir tudo quanto é Psis (denominad@s carinhosamente por estas bandas de Rutes) parece-me infantil da tua parte e uma desculpa para te negares, quando está à vista de todos que precisas de ajuda.

Não penses que vou ser fofinha para ti. Isso não seria, neste caso, ser tua Amiga.

E escusas de ser sarcástica cá para os meus lados. Não fazes ideia com quem estás a lidar. Não consegues sequer imaginar ao estado ao qual cheguei há 11 anos atrás. Sei perfeitamente o que é habitar no fundo do poço. E sei de todas as horríveis dores que senti para me arrastar de lá.

Portanto, não vou ter pena de ti e nem vou deixar de te dizer o que penso. Isso não seria ser tua Amiga.

 

Anúncios

8 thoughts on “Carta – é assim que te vais levantar e prosseguir?

  1. Páaaaa, este post tem contornos assustadoramente familiares…

    E provavelmente tens razão Miúda dos Abraços.

    Mas o fundo do poço, por vezes, é tão fundo e feio que simplesmente deixas de sentir. É saberes que estás a ser injusta e egoísta para com os que te amam, mas friamente não te importares. É teres plena consciência das consequências que advêm dos teus actos e ainda assim, insensivelmente, não quereres saber.

    • Não querendo ir pela terminologia dos psi, isto parece típico de estados apáticos e depressivos… isto infelizmente é típico de muitas pessoas LGBT em pelo menos uma fase das suas vidas… :(

  2. Posso discordar…?! :)

    Não acho necessariamente que tal coisa seja típico apenas de pessoas LGBT.

    Quem arrisca viver sujeita-se! E a vida nem sempre oferece coisas boas; cada um lidará com isso à sua maneira. Melhor ou pior. Esperemos que seja apenas isso mesmo, uma fase. E esperemos, talvez, também ter a sorte de ter bons amigos, que apesar de todas as idiotices que fizeste e que ainda irás fazer, continuam lá. Por ti.

    (isto sou eu, versão optimista!)

    • Óbvio! Isto é uma democracia!
      se bem que eu é que sou a chefa ;-)
      Eu disse: “é típico de muitas pessoas LGBT em pelo menos uma fase das suas vidas…”
      ai ai ai… ou é uma democracia ou é uma democracia…

      eu diria que quem não arrisca Viver (viver com todas as letras maiúsculas) é que se sujeita a estes estados…

      É muito bom haver uma versão optimista de cada pessoa :)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s