O que diz(ia) a “Rute”

… o sentir-se bem consigo, com e entre os outros, o tornar simples, boa e verdadeira a vida. Porque, só o sonho não chega, é preciso realizar. Porque o amor não se imagina, nem se diz apenas; faz-se. Já Camões o sabia: “imagine-o quem não puder experimentá-lo” (Canto IX, Lusíadas) – tão-só “quem não puder”; e este fica aquém do paraíso.

P.S. Querida “Rute”, atão?
Amor escreve-se com letra maiúscula!
Ai ai ai ai!!

Parece que  estou ouvi-la dizer isto mesmo,
aqui à minha frente.

Há dias em que sinto falta das nossas conversas.
Podia  dizer muito  sobre a sua famosa frase
e os contextos em que ma disse e redisse e voltou a dizer,
mas este blog já não é só espaço meu…

Fico-me só por declarar
que é óbvio que tinha carradas de razão
e que na palavra
cabe uma imensidão de significados,
do meu ponto de vista é claro.

P.S.2   –  Para leitores  distraídos,
“Rute” é  nome de código para @s “Psis” da vida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s