Dos PhDs, do Amor e tal e do puzzle da Vida


Querida Alex
, por muito que às vezes me custe que as “coisas” da vida não aconteçam nas alturas que eu desejaria [porque obviamente tenho esta mania e este desejo  de viver a correr e tão intensamente – mais, muito mais do que quando era adolescente – com medo de morrer para aí demasiado jovem e de deixar tantas coisas por fazer – por não ter vivido o que devia nessa altura e por saber demasiado bem  que as pessoas podem desaparecer demasiado novas]  sinto que a minha vida tem sido um puzzle cujas peças vão encaixando perfeitamente, fazendo todo o sentido, mas no seu próprio tempo.

Este inferno em que estupidamente me deixei habitar desde há meses tem a ver com o facto de sentir que tem sido um verdadeiro desperdício de tempo, mas a responsabilidade é minha que não fui suficientemente inteligente para dar a volta. Arrastei-me para aí e falhei-me! Estou zangada comigo. Sendo assim tenho de fazer os exercícios dos pensamentos +++ e perceber que aconteceram situações muito positivas e mais pessoas doces e abraçadas  habitam agora a minha vida. Estou nos balanços que também fazem parte para melhor aprender a Viver.

Se os PhDs da vida couberem nesse puzzle, as peças vão-me encontrar e eu vou deixá-las encaixar – e com a consciência  de que quanto maior a especialização e mais formação académica mais lixad@s ficamos para entrar no mercado laboral fora da academia. Se for para acontecer será mesmo. Não há forma de fugir de mim própria. Há muitos anos que imagino que acontecerá depois dos quarenta, seja em Portugal, em Inglaterra, nos EUA, no México ou no Brasil. Estranhos pensamentos insondáveis… logo se verá.

Tal como o Amor Amor vai acontecer e encaixar no meu puzzle outra vez, um destes dias. Também sei que será depois de deixar de fechar os olhos e imaginar as mãos pequeninas Dela [sabes bem de quem] nas  minhas bochechas, os seus olhos nos meus e já não sentir mais saudades. Só assim me darei espaço e oportunidade  de me entregar a outras mãos, a outro olhar. Um dia acontece… logo se verá. Espero que a Vida me dê oportunidade de Amar assim, ou mais ainda, de me sentir Amada assim, ou mais ainda. E já agora que me dê oportunidade para não cometer os mesmos erros, mas outros e já agora que os resolva com sabedoria e abraços.

Tudo isto é muito mais fácil de falar e de escrever do que de Viver, mas um dia as peças encontram-me e eu espero viajar mais serenamente para melhor saborear o momento de as  encaixar.

Tenho esta Fé, mesmo que em muitos dias não pareça – os últimos tempos não têm sido os mais prolíferos em pensamentos +++, bem sei. É uma estranha força inexplicável que habita cá dentro e me faz Sonhar. E tu Alex, e tu? Tens essa Fé, deixas viver essa Força dentro de ti?  Por onde andam os teus Sonhos…?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s