Jazz alternativo ao vivo

Foi entre queda de folhas, jazz, borboletas, morcegos e outros bichos alados, que terminei a primeira parte das férias de Verão.

Confesso que a parte que mais gostei foi quando regressaram para a despedida final. Se calhar era mais do género jazz pop ou assim ou assim – provavelmente estarei a dizer uma barbaridade. Realmente não me interesso por saber nada de música, mas por  desfrutar dos sons.

Houve um instrumento que estava a dar conta dos meus nervos. O saxofone barítono foi usado para “ralhar” com os outros instrumentos. Pode ser uma experiência dolorosa. Aquilo de  “ralharem” todos uns com os outros é um bocadinho alternativo demais.

Diverti-me muito com o espectáculo de variedades oferecido pelo possuido do demo dedicado ao vibrafone… As pessoas são tão sérias nestas coisas. O senhor estava a trocar os pés todos e saltava muito!! Mas será possível que não nos devemos/podemos rir nestes eventos, nem sorrir um bocadinho? Houve momentos em que só tinha vontade de fechar os olhos e sorrir. Os músicos estavam numa felicidade contagiante. Aquilo ali a saber-me tão bem, olhava em redor e só via sisudos por todos os lados…

Fui para casa a ouvir a Smooth para descansar os ouvidos… mas adorei a experiência!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s