Depois da França, veio a Alemanha

para não me deixar entrar em crise… imagine-se que contra-senso tão interessante…. primeiro a França e depois a Alemanha…

Permitiram-me arranjar o azul do céu de rodinhas laranja, aulas de saltos, pézinhos voadores vermelhos, livros, uma mochila gira muito boa daquelas que diz que nunca morrem, passeios até  aos Açores, a Barcelona, a Itália,… as propinas,… cadernos giros de rabiscos, iguarias e tantas saídas com os Abraçados do coração e tal. Ofereceram-me sossego, paz e serenidade, cheiros culinários diferentes, deixaram-me praticar o meu melhor inglês macarrónico ao invés do seu melhor português macarrónico e também sorrisos e muitos chocolates.

Agora vem a Espanha…

E que “deus” não se instale lá em casa novamente…
nem sequer de passagem!! Xoooouuuuuuuuuuuu

… a malta com origens latinas tem tendências
para me arranjar úlceras…

DeusA toma conta de nós para a Crise não se instalar!

3 thoughts on “Depois da França, veio a Alemanha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s