à Lareira

Gosto de pessoas que habitam à lareira e que sorriem.
Sinto saudades quando estás longe e tu estás sempre longe.
Estás cada vez mais longe.
Gosto-te do sorriso genuino e da generosidade.
Tenho saudades tuas e de um tempo nosso que nunca existiu.

Da próxima vez talvez te Abrace.

Não me deixes partir…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s