Mais de me encontrarem por aí…

Sabem aquilo do T0 minúsculo e sem varanda?

 

Pois, este fim-de-semana mais uma vez estava muito sossegadinha num café lisboeta, metida comigo a rabiscar no meu caderninho de folhas azuis e sinto um toque no ombro.

Eu em pensamentos: encontraram-me outra vez…
Sorri. Olhei para cima…

Ela declarou-me: estava com medo de fazer figura de parva, mas pareceu-me mesmo que eras tu.
E sorriu-me muito.

Eu acho que as pessoas adoram apanhar outras por aí, principalmente quando estão nas coisas dos rabiscos.

E sorrimos muito. 

P.S: Não sei quanto tempo ela terá ficado a apreciar-me…
Eu gosto de ficar a olhar para as pessoas nos rabiscos ou a ler.
Gosto de ver as pessoas a ler no comboio.
Na praia também.

Anúncios