E o peixe não foi atropelado no alcatrão!

 

Num instantinho “fugimos” … lá íamos vagarosamente pela marginal fora, encantadas e a agradecer mais um momento abraçado pelo mar e heis que “saltam” três peixes da água puxados por uma cana de pesca.

O maior dos peixes estatelou-se no alcatrão e não foi atropelado…

Foi por pouco que não entrou pela janela e se “deitou” ao meu colo… A Su, espirituosa como de costume, depois da quase mega-travagem que “salvou” a pesca dos três doidos à beira da estrada, parou o carro, sorrimos, aplaudi o momento e a Su declarou que se o peixe tivesse “voado” para dentro do carro era dela.

Eles sorriram-nos muito e continuámos por ali fora a sonhar com o peixe assado no forno com batatinhas… A Su diz que era um sargo… eu digo que não não me vou esquecer tão depressa do peixe aos pulos no alcatrão…

Ainda não completamente refeitas demos com Pensamentos +++

Ja sorriu hoje